O desafio

Equilibrar o fornecimento de oxigénio com a demanda de oxigênio constitui uma parte importante da antecipação da terapia orientada por objetivos (EGDT) para a identificação e tratamento do choque séptico.

EGDTA sépsis é uma condição médica perigosa que se caracteriza pela inflamação de tecido disseminada resultante da resposta imunológica do organismo a uma infecção. Se não for tratada, a sépsis pode progredir para um estado mais severo, identificado pela hipoperfusão e falência orgânica. Esta condição pode ser agravada quando o paciente se torna hipotenso e, em última análise, levar a choque séptico (no espaço de 24 horas).1 Combinadas, estas condições apresentam uma taxa de mortalidade superior a 30%.2 Como a doença progride de forma muito rápida, o diagnóstico precoce é essencial. A EGDT tenta restabelecer o equilíbrio entre o suprimento e a demanda de oxigênio pelo organismo. Isto requer que os médicos avaliem a oxigenação do tecido saudável através da medição da saturação do oxigênio venoso.1 

A nossa solução

O cateter para PA SvO2 TriOx™ e a sonda e cateter venoso central ScvO2 TriOx foram desenvolvidos para ajudar os médicos a otimizarem o suprimento e a demanda de oxigênio e a iniciarem a EGDT em casos de sépsis severa ou de choque séptico.

Triox

A tecnologia de oximetria com 3 comprimentos de onda TriOx proporciona precisão inigualável pois filtra os objetos causados pela orientação celular, reflexos da parede vascular e alterações do pH. Esta tecnologia também é oferecida sob a forma de sonda de cateter venoso central (CVC), que converte a maioria dos CVC em cateteres de monitoração de ScvO2, o que permite os médicos aumentarem a capacidade de monitoração para atender os objetivos terapêuticos sem a necessidade de substituição do CVC existente. A precisão da tecnologia de oximetria TriOx pode ser fundamental na implementação da EGDT. 

Referências

  1. Emmanuel Rivers, et al. Early and innovative interventions for severe sepsis and septic shock: taking advantage of a window of opportunity, CMAJ, October 25, 2005, 173(9)
  2. Angus, DC, Linde-Zwirble WT, Lidicker J, et. al. Epidemiology of severe sepsis in the United States: analysis of incidence, outcome, and associated costs of care. Crit Care Med 2001;29:1303-10